Mateus 18:1-5: Naquele momento os discípulos aproximaram-se de Jesus e perguntaram: “Quem é o maior no Reino dos céus?” E Jesus, chamando uma criança, colocou-a no meio deles. E disse: “Com toda a certeza vos afirmo que, se não vos converterdes e não vos tornardes como crianças, de modo algum entrareis no Reino dos céus. Portanto, todo aquele que se torna humilde, como esta criança, esse é o maior do Reino dos céus. E quem recebe uma destas crianças, em meu nome, a mim me recebe.”

Na passagem acima, o Senhor Jesus ensina que é necessário a conversão e tornar-se como criança. Entretanto, entenda algo: não é ser a criança que o dicionário da língua portuguesa conceitua, isto é, menino ou menina no período da infância, pessoa que só pensa em diversão, pouco séria, de pouco juízo. Jesus está querendo dizer que ser como criança é admitir um novo começo e dispor-se humildemente a aprender a viver como cidadão do Reino (referência na margem da bíblia King James).

Quando observamos uma criança, pode-se ver algumas características: 1) Humildade; 2) Alegria; 3) Não guarda ressentimentos; 4) Dependência dos pais; e 5) Pureza.

Vamos entender a primeira característica: humildade. Em 1 Pe. 5:5b diz: “Deus se opõe aos orgulhosos, mas concede graça aos humildes”. Deus concede graça, o Senhor tem muita alegria, Ele está em pleno favor para aqueles que são humildes. Pessoas humildes são capazes de reconhecer os próprios erros, defeitos, limitações, demonstra respeito a Deus, submissão a Palavra. Deus não nos chamou para sermos orgulhosos, soberbos, altivos, mas sim humildes! Deixe que essa humildade seja grandiosa em sua vida e, assim, você será maior no Reino dos céus.

Segunda característica de uma criança: uma pessoa alegre! Seu ânimo não está relacionado a atmosfera que vive, porém é uma alegria que vem de dentro! A criança é feliz porque é feliz! Numa casa que tem criança é um lar alegre, porque com seu jeitinho expressa a alegria do Senhor! O Ap. Paulo em Fp. 4:4 diz: “alegrai-vos sempre no Senhor; e novamente vos afirmo: alegrai-vos!” A alegria é também um fruto do espírito (Gl. 5:22) e, certamente, é posição de quem já venceu! Então, não deixe que as circunstancias determine o seu humor, a sua alegria, simplesmente seja alegre!

A terceira característica de uma criança: não guarda ressentimentos! Você pode dá uma bronca na criança agora, ela pode até chorar no momento da repreensão, mas não passa muito tempo, ela logo vem falar com você, te dar um carinho, como simplesmente nada tivesse acontecido! Como isso é lindo! Como isso ministra o coração! Tem um louvor que diz: “não tenho tempo pra perder com ressentimentos quando penso que Ele me ama!” Você tem pensando muito no Senhor? Então é certo que você não pensar em ressentimentos! Você tem pensando muito em ressentimentos? Então é certo que você não pensa no Senhor! Em 1 Co. 13:5 afirma que o amor do tipo de Deus não guarda ressentimentos. Não tenho que falar mais nada, né? Somente deixar Deus ministrar a sua vida!

Quarta característica: uma criança depende totalmente dos pais. Nós precisamos ser assim: dependentes totalmente de nosso Pai que está no céu! Aqueles que são nova criatura têm um Pai que cuida 24h, que supre cada uma de suas necessidades, que livra de todo mal, que nos conduz vitoriosamente, Ele é Deus conosco!

Quinta característica: pureza! Em Fp 2:15 diz que você se torne puro e irrepreensível, filho de Deus inculpável, vivendo em um mundo corrompido e perverso, no qual resplandece como grande astro no universo. A pureza traz brilho, a pureza reflete a glória de Deus! Uma criança é pura, não tem maldade, é verdadeira, sincera. Seja uma pessoa pura todos os dias, não deixe que as impurezas desse mundo venham te afastar de Deus. Deus quer que você seja puro, branquinho como a neve, mas é necessário deixar que a Água da vida, Jesus, te limpe todos os dias. O sangue de Jesus nos purificou de todo pecado no momento da conversão ao Senhor, no entanto Ele quer conservar isso em cada um de nós, e somente a Palavra de Deus sendo praticada em nossa vida para que essa pureza seja externada e realmente interiorizada.

 

Seja todos os dias abençoando com a prática da Santa Palavra de Deus!

 

Juliana Pontes

Leave a comment

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *